Top
EDITAL PARA MÉDICO VETERINÁRIO DO EXÉRCITO É PUBLICADO
EDITAL PARA MÉDICO VETERINÁRIO DO EXÉRCITO É PUBLICADO
Sexta-Feira, 14 de Maio de 2021

Edital Publicado. Para você que estava aguardando a publicação do EDITAL ESFCEX 2021 para Médico Veterinário, EDITAL PUBLICADO. As inscrições para o concurso iniciam agora no dia 16 de junho e vai até dia 21 de agosto.
A prova será realizada no dia 12 de setembro e contará com disciplinas de conteúdo Geral e especifico relacionado ao cargo de Oficial Médico Veterinário.

BAIXE O EDITAL AGORA

Quer ser um dos APROVADOS NO CONCURSO E SER UM MÉDICO VETERINÁRIO DO EXÉRCITO BRASILEIRO, conheça nossa curso intensivo preparatório para o concurso.

CURSO COMPLETO ESFCEX 2021- EXTENSIVO
CURSO COMPLETO ESFCEX 2021- INTENSIVO
APOSTILA IMPRESSA

PERDEU o último aulão para o CONCURSO? Cadastre-se e assista agora!!

AULÃO GRATUITO

Conteúdo programático cobrado no Edital
LÍNGUA PORTUGUESA RELAÇÃO DE ASSUNTOS
1. Compreensão e interpretação de textos de gêneros variados. 2. Níveis de significação: pressupostos, subentendidos e implícitos. 3. Reconhecimento de tipos e gêneros textuais. 4. Ortografia oficial. 5. Emprego da acentuação gráfica. 6. Coesão textual: referenciação e sequenciação textual. 7. Emprego/correlação de tempos e modos verbais. 8. Estrutura morfossintática do período simples. 9. Relações de coordenação entre orações e entre termos da oração. 10. Relações de subordinação entre orações e entre termos da oração. 11. Emprego dos sinais de pontuação. 12. Concordância verbal e nominal. 13. Emprego do sinal indicativo de crase. 14. Colocação dos pronomes átonos
GEOGRAFIA DO BRASIL RELAÇÃO DE ASSUNTOS
1. A Organização do Espaço Brasileiro. a. A integração brasileira ao processo de internacionalização da economia; o desenvolvimento econômico e social; e os indicadores sociais do Brasil. b. O processo de industrialização brasileira, os fatores de localização e as suas repercussões: econômicas, ambientais e urbanas. c. A rede de transportes brasileira e sua estrutura e evolução. d. A questão urbana brasileira: processos e estruturas. e. A agropecuária, a estrutura fundiária e problemas sociais rurais no Brasil, dinâmica das fronteiras agrícolas e sua expansão para o Centro-Oeste e para a Amazônia. f. A população brasileira: evolução, estrutura e dinâmica. g. A distribuição dos efetivos demográficos e os movimentos migratórios internos: reflexos sociais e espaciais.
HISTÓRIA DO BRASIL RELAÇÃO DE ASSUNTOS
1. Brasil Colônia: administração, economia, cultura e sociedade a. As Capitanias Hereditárias e Governos Gerais. b. As atividades econômicas e a expansão colonial: agricultura, pecuária, comércio e mineração. c. Os povos indígenas; escravidão, aldeamentos; ação jesuítica. d. Os povos africanos escravizados no Brasil. e. A conquista dos sertões; entradas e bandeiras. f. O exclusivo comercial português. g. Os conflitos coloniais e os movimentos rebeldes de livres e de escravos do final do século XVIII e início do século XIX. h. A transferência da Corte portuguesa para o Brasil e seus efeitos; o período joanino no Brasil. 2. O Brasil Monárquico a. A independência do Brasil e o Primeiro Reinado. b. A Constituição de1824. c. Militares: a Guarda Nacional e o Exército. d. A fase regencial (1831-1840). e. O Ato Adicional de 1834. f. As revoltas políticas e sociais das primeiras décadas do Império. g. A consolidação da ordem interna: o fim das rebeliões, os partidos, o fortalecimento do Estado, a economia cafeeira. h. Modernização: economia e cultura na sociedade imperial. i. A escravidão, as lutas escravas pela liberdade, j. O movimento abolicionista e a abolição da escravatura. k. A introdução do trabalho livre e a imigração. l. Política externa: as questões platinas, a Guerra do Paraguai e o Exército. m. O movimento republicano e o advento da República. 3. A República brasileira a. A Constituição de 1891, os militares e a consolidação da República. b. A “Política dos governadores”. c. O coronelismo e o sistema eleitoral. d. O movimento operário. e. O tenentismo. f. A Revolução de1930. g. O período Vargas (1930-1945): economia, sociedade, política e cultura. h. O Estado Novo. i. O Brasil na II Guerra Mundial; a FEB. j. O período democrático (1945-1964): economia, sociedade, política e cultura. k. A intervenção militar, sua natureza e transformações entre 1964 e 1985. As mudanças institucionais durante o período. l. O “milagre econômico”. m. A redemocratização. n. Os movimentos sociais nas décadas de 1970 e 1980: estudantes, operários e demais setores da sociedade. o. A campanha pelas eleições diretas. p. A Constituição de 1988. q. O Brasil pós-1985: economia, sociedade, política e cultura.
Conteúdo Especifico - Cargo para OFICIAL MÉDICO VETERINÁRIO
1. Bioética, comportamento e bem-estar animal a. Ética e bioética. b. Comportamento e bem-estar animal: avaliação de bem-estar; comportamento social e de reprodução; manejo, transporte e controle humanitário; comportamento anormal. c. Boas práticas para eutanásia em animais. d. Princípios: As cinco liberdades e os três Rs do bem-estar animal. e. Normas da OIE para transporte e comercialização internacional de animais. f. Princípios de adestramento e interação homem-animal com cães e cavalos. g. Diagnóstico de maus-tratos físicos, psíquicos e ambientais em animais de companhia, trabalho, produção / reprodução, experimentais e em cativeiro. 2. Biossegurança a. Biossegurança: conceitos e princípios. b. Classificação de risco de agentes biológicos e químicos. c. Segurança em laboratórios e estabelecimentos médicos veterinários e nas indústrias e estabelecimentos de produtos de origem animal. d. Diretrizes para o trabalho em contenção com agentes biológicos. e. Organismos geneticamente modificados (OGM). 3. Fauna silvestre a. Procedimentos para destinação de animais silvestres. b. Manejo sanitário, biosseguridade e imunoprofilaxia. c. Técnicas de captura e contenção físico-química. d. Acidentes por animais peçonhentos: ofidismo, escorpionismo, araneísmo e lepidopterismo. e. Legislação sobre fauna doméstica e exótica em risco de extinção. f. Definição de animais em extinção. 4. Epidemiologia e saúde pública a. Conceitos básicos da epidemiologia. Ecologia da doença. Dinâmica de transmissão de doenças. Indicadores de saúde. Métodos empregados em epidemiologia. b. Vigilância epidemiológica. c. Vigilância em saúde: zoonoses e doenças de notificação obrigatória. d. Defesa Sanitária Animal. e. Conceito de Saúde Única e suas implicações na medicina veterinária. f. Cálculos de incidência e prevalência. g. Análise de associações e de fatores de risco. h. Saneamento do meio: ar, água, solo e pastagens. i. Biologia e controle de animais sinantrópicos: roedores, vetores, quirópteros e pombos. j. Destino de excretas, cadáveres e restos de animais. 5. Sanidade animal a. Etiologia, patogenia, epidemiologia, fisiopatologia, imunologia, sintomatologia, diagnóstico, tratamento, profilaxia e controle de doenças importantes em defesa sanitária animal: Febre aftosa, brucelose, botulismo, tuberculose, linfadenite, febre catarral maligna, carbúnculo hemático, estomatite vesicular, encefalopatia espongiforme bovina, leptospirose, raiva, artrite encefalite caprina, Maedi-visna, ectima contagioso, doença de Newcastle, laringotraqueíte infecciosa, malária, febre maculosa, doença de Lyme, influenza aviária, influência suína, dengue e outras flaviviroses, febre chikungunya, tripanosomíases. b. Etiologia, patogenia, epidemiologia, fisiopatologia, imunologia, sintomatologia, diagnóstico, tratamento, profilaxia e controle das seguintes doenças: 1) Equinos: anemia infecciosa, encefalites virais, influenza, tétano, mormo, raiva, sarnas, helmintíases equinas, ectoparasitoses de equinos. 2) Caninos: traqueobronquite infecciosa, cinomose, hepatite viralcanina, parvovirose, raiva, leptospirose, erliquiose, leishmaniose, babesiose, ixodidose, escabiose, demodicose, pediculose, pulicose, helmintíases caninas. 6. Higiene, inspeção e segurança de alimentos a. Mecanismos patogênicos, fontes de contaminação e vias de transmissão de microrganismos aos alimentos. b. Princípios e diretrizes das inspeções industrial e sanitária da carne e leite e seus derivados. c. Segurança alimentar: doenças transmitidas por alimentos (DTA), boas práticas de fabricação (BPF), análise de perigos e pontos críticos de controle (APPCC). 7. Farmacologia e Toxicologia Veterinárias a. Anti-inflamatórios esteroidais e não esteroidais. b. Agentes antimicrobianos, antifúngicos e antiparasitários. c. Toxicantes: químicos, minerais e plantas tóxicas. d. Doping, controle antidoping, substâncias controladas para equinos e funcionamento dos testes antidoping. e. Diagnóstico de envenenamento em cães e animais silvestres. 8. Clínica médica veterinária (caninos e equinos) a. Diagnóstico, tratamento clínico e enfermagem de afecções dos sistemas digestório, respiratório, circulatório, renal, endócrino, hematopoiético, neurológico, tegumentar e locomotor. Controle da dor. 9. Cirurgia veterinária (caninos e equinos) a. Infecção cirúrgica: fisiopatologia, profilaxia e tratamento. b. Choque: definição, tipos, fisiopatologia e tratamento. c. Patologia e técnicas cirúrgicas dos sistemas digestório, reprodutor e locomotor. 10. Nutrição e alimentação (caninos e equinos) a. Fontes, funções e metabolismo de proteínas, carboidratos e lipídeos. b. Forragens e pastagens e rações para equinos. c. Alimentação em diversas atividades e fases de vida. d. Funções e deficiências de vitaminas e minerais. e. Princípios de nutrição canina. 11. Reprodução Animal (equinos e caninos) a. Equinos: i. Ciclo estral e seu controle. ii. Enfermidades reprodutivas: causas de infertilidade no macho e na fêmea; doenças transmissíveis durante a cobertura. iii. Cuidados com filhotes. b. Caninos: i. Ciclo estral e seu controle. ii. Enfermidades da esfera reprodutiva: piometra em cadelas; tumores mamários e genitais em cães e cadelas. x. Cuidados com ninhadas. 12. Legislações, Instruções e Normas do Exército relacionadas à Medicina Veterinária. a. Portaria nº 036-DGS, de 16 de dezembro de 1999. Aprova as Instruções Reguladoras das Atividades de Remonta e Veterinária, em Tempo de Paz (IR70-19). b. Portaria nº 02-D Log, de 16 de outubro de 2008. Aprova Normas para Inspeção de Alimentos e Bromatologia (NIAB). c. Portaria nº 18 COLOG, de 14 de dezembro de 2010. Aprova as Normas para Controle de Caninos no Exército Brasileiro (NORCCAN). d. Portaria Normativa nº 219/MD, de 12 de fevereiro de 2010. Aprova o Manual de alimentação das Forças Armadas. e. Portaria nº 6 - COLOG, de 16 de outubro de 2012. Aprova o Catálogo de Especificações dos Artigos de Subsistência (CEAS). f. Portaria nº 006, de 22 de julho de 2013. Aprova as Normas para Controle de Equinos no Exército Brasileiro (NORCE). g. Portaria Normativa nº 753/MD de 30 de março de 2015. Aprova o Regulamento de Segurança dos Alimentos das Forças Armadas – MD42-R-01. 13. Imunologia básica e aplicada a. Sistema imune e órgãos e células envolvidos na resposta imune. b. Antígenos e anticorpos. c. Reposta imune humoral e celular. d. Imunodiagnóstico princípio e interpretação de técnicas diagnósticas imunológicas. e. Imunoprofilaxia – vacinas e vacinações aplicadas a caninos e equinos.